• BRASA

REVALIDAÇÃO DE DIPLOMA ESTRANGEIRO

Quer continuar os seus estudos e precisa revalidar um diploma estrangeiro?

Não se preocupe! O post de hoje está aqui para te ajudar com todo o processo. Confira, a seguir, um resumo sobre a revalidação de diplomas conseguidos no exterior.


Revalidação de diploma estrangeiro: introdução

A revalidação de diplomas estrangeiros é realizada para continuação dos estudos no Brasil ou para a realização de concurso público. Algumas universidades brasileiras possuem um processo próprio de revalidação de diplomas, enquanto outras são feitas por meio do Portal Carolina Bori, um portal que permite a realização do processo de revalidação em diversas universidades do Brasil.

Revalidação de diploma estrangeiro: documentos

Se a sua universidade/instituição brasileira possui um processo próprio para revalidação, você irá precisar dos seguintes documentos:

  • Diploma;

  • Histórico escolar com matérias e notas;

  • Programa de cada matéria, contendo o conteúdo e a carga horária de cada matéria.


Se a sua universidade/instituição brasileira não possuir um processo próprio para revalidação e o você for realizar o mesmo através do Portal Carolina Bori, você irá precisar dos seguintes documentos:

  • Diploma;

  • Histórico escolar com matérias e notas;

  • Programa de cada matéria;

  • Nominata e titulação do corpo docente do curso;

  • Documentação suplementar (carga horária extra necessária

  • para graduação);

  • RG com CPF;

  • Passaporte.

Ainda, acrescentamos que é recomendado que você acrescente todos os outros documentos que considere importante para a realização do processo.


Revalidação de diploma estrangeiro: dicas

Confira algumas dicas que podem facilitar o seu processo de revalidação de diploma estrangeiro:

  • Tente encontrar um curso com a grade semelhante ao que você fez no exterior;

  • Faça duas vias de cada documento para;

  • Leia todo o edital e preste atenção nos documentos pedidos e no formato dos mesmos;

  • Todos os documentos devem ter Apostamento de Haia;

  • O processo pode demorar 1 ano ou mais: programa-se para isso;

  • Os custos podem variar de acordo com a universidade e o curso em questão;

  • Nem sempre é necessário traduzir os documentos, esteja atento ao seu processo em específico.

43 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo